Cultura

Fiems entrega hoje à noite o Prêmio MS Industrial de Jornalismo

Fonte: Assessoria de Imprensa FIEMS em 24 de Maio de 2013

O jornalista Heraldo Pereira, apresentador do Jornal Nacional, vai ser o mestre de cerimônia da entrega do Prêmio

 

Como parte da programação da Semana da Indústria, que começou na segunda-feira (20/05) e termina nesta sexta-feira (24/04), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, entrega hoje (24/05), às 20 horas, no auditório térreo do Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), os troféus e cheques aos ganhadores da 3ª edição do Prêmio MS Industrial de Jornalismo, que neste ano oferece até R$ 65 mil em dinheiro para os autores das melhores reportagens sobre o setor industrial e o papel estratégico no desenvolvimento estadual.

 

Como nas edições anteriores, o jornalista Heraldo Pereira, apresentador do Jornal Nacional, vai ser o mestre de cerimônias da entrega do Prêmio MS Industrial de Jornalismo. Ao todo foram feitas 56 inscrições, sendo 25 na modalidade Capital e 31 na modalidade Interior, de um total de 27 veículos, que concorrem nas categorias Jornalismo Impresso, Telejornalismo, Webjornalismo e Fotojornalismo.

 

Nesta edição, foram mantidos em R$ 7 mil e R$ 3 mil, respectivamente, os prêmios em dinheiro dos 1º e 2º colocados nas categorias Jornalismo Impresso, Telejornalismo, Webjornalismo e Fotojornalismo para a modalidade Capital, totalizando R$ 40 mil, enquanto para a modalidade Interior, uma novidade desta edição, os prêmios em dinheiro dos 1º e 2º colocados são de R$ 4 mil e R$ 1 mil nas categorias Jornalismo Impresso, Webjornalismo e Fotojornalismo, totalizando R$ 15 mil.

 

A premiação para o grande vencedor da modalidade Capital do Prêmio MS Industrial Jornalismo - reportagem que obtiver o maior número de votos entre os finalistas das 4 categorias da modalidade - e para o grande vencedor da modalidade Interior do Prêmio MS Industrial Jornalismo - reportagem que obtiver o maior número de votos entre os finalistas das 3 categorias da modalidade - será de R$ 5 mil em dinheiro para cada um, totalizando R$ 10 mil.

 

Na 1ª edição do Prêmio, foram 36 inscrições e a reportagem "A cerâmica como força do desenvolvimento industrial na região norte de MS", da equipe da TV Morena, de Campo Grande (MS), foi a grande vencedora, enquanto na 2ª edição foram 43 inscrições de 14 veículos de comunicação e 2 universidades, tendo como grande campeã a reportagem "A indústria que transforma Dourados", do jornalista Dênes Azevedo, do Jornal Diário MS, de Dourados (MS).