Ladário

Prefeitura inicia ação de combate a dengue com apoio do Exército Brasileiro

Fonte: Assessoria de Imprensa PML em 25 de Fevereiro de 2014

Divulgação

Exército na ajuda contra a dengue em Ladário

 

O município de Ladário, através da Secretaria de Saúde, começou na manhã desta terça-feira, 25 de fevereiro, a primeira etapa da Ação de combate a dengue. Até o momento, Ladário apresentou 28 notificações da doença, o que corresponde à semana sete, conforme aponta a secretaria. Ao todo, 18 militares do Exército Brasileiro, assim como 06 Agentes de Endemias e 44 Agentes Comunitários, juntamente com a equipe de  Infraestrutura e Serviços Públicos, percorrem as ruas da cidade.

Os primeiros bairros a receberem a Ação, são os localizados na parte alta da cidade, que apresentam o Índice de Infestação Predial (IIP), equivalente ao LIRAA do Município, acima de 1%, o que não é recomendado pelo Ministério da Saúde. Parcialmente o IPP do Alta Floresta I e II é (2,73%); Almirante Tamandaré (Cohab) (2,97%); Nova Aliança (Potiguá)  (2,36%).

Materiais como garrafas pet e de vidro, latas, pneus e até mesmo sofás, fogões e geladeiras, que servem como criadouros para o mosquito da dengue são recolhidos pela equipe, que além de realizar a limpeza, repassa todas as informações necessárias para que a população fique atenta sobre a doença.

"A nossa equipe, além de estar altamente equipada, explica passo a passo, como evitar possíveis criadouros do mosquito  Aedes Aegypti. Apesar das notificações, os trabalhos serão reforçados e todos estarão nas ruas para que não haja um surto da doença. O risco existe, porém, pode ser evitado", falou o secretário de saúde Cleber Colleone.

Ainda conforme Colleone, os primeiros cuidados devem ser tomados dentro de casa, "reforço que o mosquito Aedes Aegypti é doméstico, por isso, a importância de manter os quintais limpos e ficarmos atentos as dicas repassadas pelos nossos agentes de Saúde durante as suas visitas", alertou.

O relatório do Núcleo de Controle de Zoonoses mostra que em Ladário foram visitadas, no ano de 2013, 6.087 imóveis, dos 6.727 existentes. 230 casos confirmados, através das 1036 notificações.

Terrenos baldios

Além disso, outra medida que está em andamento é a notificação de terrenos baldios. As equipes da Vigilância Sanitária, Secretaria de Obras e Saúde, e o Setor de Tributos da Prefeitura, já começaram os trabalhos de identificação dos terrenos abandonados. A região Central é a mais preocupante com mais de 30 terrenos notificados até o momento.

Conforme o secretário da pasta é importante relembrar aos proprietários de terrenos sobre a necessidade de mantê-los limpos. "Através da notificação feita por meio do decreto 2.203/2013 da Prefeitura de Ladário, que cobra dos munícipes a manutenção de seus imóveis para que estejam limpos e livres de matérias que possam acumular água servindo de criadouro para o mosquito da dengue, as nossas equipes também já estão orientadas dos trabalhos a serem realizados", finalizou.